Arquivo da tag: Crítica

Além da Morte

Você provavelmente tem sua opinião sobre o valor de remakes no cinema e em outras mídias. Eis aqui um que todos concordarão não ter valor algum. Tentando recriar “Linha Mortal” (Joel Schumacher, 1990), o diretor Niels Arden Oplev optou por focar num caminho tão diferente que se descaracterizou totalmente. Talvez por isso os distribuidores brasileiros tenham optado por um nome diferente.

Continuar lendo

Anúncios

A Morte Te Dá Parabéns!

Mais uma vez podemos ver no filme “A Morte te da Parabéns”, a questão de “loops de repetição” temporais sendo retratada, dessa vez em uma trama de terror. Dirigido e escrito por Christopher B. Landon (Atividade Panormal 2, 3 e 4), o filme é pioneiro ao associar esse tema, já tão desgastado, com o gênero terror, e o faz de maneira bem leve, censura 14 anos.

Continuar lendo

Blade Runner 2049

Embora não tenha desfrutado de muito sucesso crítico e financeiro quando da época de seu lançamento, com os anos o “Blade Runner” original veio a adquirir um status cult igualado por pouquíssimo filmes, a ponto de ter sido relançado com cortes diferentes duas vezes, em 1992 e 2007 e ter uma sequência discutida há muitos, muitos anos.

Continuação esta que vem agora na forma de Blade Runner 2049, TRINTA E CINCO anos depois do original, pelas mãos do já renomado Denis Villeneuve e produzido pelo diretor do original, Ridley Scott.

Continuar lendo

Mãe!

O filme “Mãe!”, de Darren Arenofsky, conhecido por filmes como “Requiem para um Sonho”, “Cisne Negro” e “O Lutador”, atende ao gênero suspense com terror psicológico, utilizando elementos surrealistas, levemente perturbadores e claustrofóbicos.

O filme conta com atuações ímpares de seus protagonistas, os aclamadíssimos Javier Bardem e Jennifer Lawrence. A história gira em torno da vida desse casal, que moram sozinhos em uma grande casa isolada. A vida desse casal, porém, começa a mudar drasticamente com uma visita inesperada.

Continuar lendo

O Assassino: Primeiro Alvo

A espionagem sempre rendeu frutos no cinema, e de uns 15 anos pra cá vive um período de reinvenção com um enfoque mais real, causado por filmes como A Identidade Bourne e a fase Daniel Craig do 007. A inspiração vinda de tópicos reais como o terrorismo, a situação sempre caótica do oriente médio e ambições nucleares de certos países é sempre presente, e isso não é diferente com O Assassino: Primeiro Alvo (American Assassin).

Continuar lendo

Feito na América

O bom diretor Doug Liman, que tem a incrível capacidade de trabalhar o caos de forma ordenada, retorna novamente a parceria com Tom Cruise para narrar a história de Barry Seal, um ex- traficante de drogas e agente duplo que ficou conhecido por aceitar trabalhos de risco e se envolver com um dos maiores cartéis do mundo.

Continuar lendo

It: A Coisa

Baseado no livro homônimo de Stephen King, A coisa é considerada por muitos uma das mais aterrorizantes histórias de terror, ao ponto de receber a alcunha de “obra prima do medo”. Uma vez já adaptado para a TV, o palhaço retorna 27 anos depois oferecendo mais sobre sua persona.

Continuar lendo