Ao Cair da Noite

Para quem reclama da obviedade na construção das cenas em filmes de horror atuais, precisa voltar os olhos para as produções independentes com urgência.

Em seu segundo longa o diretor Trey Edward Shults do belíssimo (Krisha, 2015), nos apresenta a um mundo pós-apocalíptico ou não onde a maioria das pessoas foi infectada por um vírus altamente contagioso e letal, todos brigam para sobreviver e nesse meio está a família de Paul (Edgerton) sua esposa Sarah (Karmen Ejogo) e o filhoTravis (Kelvin Harrisson Jr) que vivem numa casa escura sob rigorosas condições de segurança impostas por Paul. A chegada de uma nova família irá abalar a rotina de Paul e trazer uma ameaça.

Continuar lendo

Colossal

Todo mundo tem um monstro dentro de si. Até onde essa frase é apenas metafórica? Colossal leva essa afirmação a novos extremos, e redefine o significado de desastre.

Gloria (Anne Hathaway, alcançando níveis altíssimos de fofice) é um desastre. Uma pretensa escritora desempregada, chutada de casa pelo namorado Tim (Dan Stevens de Downton Abbey e Legion, no papel de um babaca britânico. Será redundância?) e com sérios problemas de natureza alcoólica, ela se vê forçada a voltar pra cidadezinha do interior onde nasceu.

Continuar lendo

A Múmia

Em seu intitulado “Dark Universe” a Universal pretender trazer dos mortos as franquias que um dia já foram responsáveis por sua gloriosa ascensão, a começar por “A Múmia” que mal deixou os braços de Brendan Fraser e segue em direção a Tom Cruise, que pelo menos sabe correr.

Continuar lendo

Mulher-Maravilha

Estréia hoje, dia 1.º de junho, um dos filmes mais esperados não só do ano, mas da década. Mulher Maravilha, estrelado por Gal Gadot, chega arrebentando nos cinemas e garantindo, sem sombra de dúvida, o título de melhor filme da DC Comics dos últimos 20 anos.

Continuar lendo

Rei Arthur: A Lenda da Espada

Guy Ritchie é um diretor de escolhas controversas.  Mais dado a filmar histórias policiais urbanas com toques de humor negro, o público geral tende a estranhar seus filmes fora deste escopo, como “Revólver” e “Destino Insólito”. Rei Arthur é outro desses casos. Terá dado certo?

Continuar lendo

Antes Que Eu Vá

“Antes Que Eu Vá” conta a história de Samantha, que aos 17 anos sofre um acidente de carro com suas amigas e morre. Mas ao invés de simplesmente morrer ela revive o dia de novo e de novo. O que começa como um pesadelo acaba se tornado uma forma de mudar a vida das pessoas a sua volta.

Continuar lendo

Corra!

Em um trecho de “Watchmen”, o personagem Rorschach conta para seu psicólogo a piada de humor negro do palhaço Pagliacci, que durante um encontro com um médico, expõe sua depressão sobre a vida. O doutor então recomenda que ele vá ver o magnífico show do palhaço Pagliacci na cidade, sem saber que o mesmo estava sentado à sua frente.
Em “Corra” o real comediante Jordan Peele transpõe toda sua angústia num thriller  essencial para descontruir o maniqueísmo da sociedade.

Continuar lendo