Arquivo do autor:Kravis

Sobre Kravis

Eu sou incrível. Oi, você é uma moça? Vamô conversar e ver se você anima de dar uns bjo?

Deadpool 2

Com um orçamento, trama, efeitos e proposta razoavelmente modestos, dois anos atrás o primeiro (e tão sonhado) Deadpool chegou aos cinemas essencialmente destruindo a porra toda, redefinindo conceitos e se tornando a segunda maior bilheteria mundial de um filme com censura alta.

Continuar lendo

Anúncios

Rampage: Destruição Total

Rampage (e suas varías continuações) é um video game de arcade dos anos 80 no qual três humanos são transformados em animais gigantes e saem por ai destruindo cidades, derrubando prédios e comendo pessoas. Então naturalmente tinha que ser adaptado para o cinema na forma de um blockbuster de desastre. Afinal, isto é Hollywood.

Continuar lendo

Jogador Nº 1

Steven Spielberg é, provavelmente, o diretor mais famoso do mundo e “Jogador Nº 1”, Ernest Cline é sua grande homenagem à cultura pop das últimas décadas, especialmente a dos anos 80 e 90. Cultura esta que o próprio Spielberg teve um grande papel em moldar, com clássicos como Tubarão, ET, Jurassic Park e a trilogia Indiana Jones.

Continuar lendo

Círculo de Fogo: A Revolta

Guillermo Del Toro pode não ter “revolucionado” o cinema em 2013 com “Círculo de Fogo” (Pacific Rim), sua grande homenagem a filmes de monstros gigantes japoneses, mas certamente produziu um divertidíssimo filme de ação e aventura que daqui há anos ainda poderá ser visto como um divisor de águas e um clássico de seu gênero. Não é por menos que o filme VIVE sendo reprisado quase semanalmente por vários canais diferentes de TV a cabo.

Continuar lendo

Operação Red Sparrow

Como a personagem interpretada pela veterana Charlotte Rampling, que nunca recebe um nome, apenas um posto, diz para um classe de alunos pouco depois de sua introdução no filme, a Guerra Fria nunca acabou, apenas foi partida em milhares de pedaços e continua viva.

Continuar lendo

Lady Bird: É Hora de Voar

Ao longo dos anos Greta Gerwing se estabeleceu de certa forma como uma atriz capaz de transitar livremente entre filmes pequenos e mais intimistas como “Frances Ha”, “Lola Versus” ou “Mulheres do Século 20” e produções de maior apelo comercial como “Sexo Sem Compromisso”, “O Solteirão” e “Para Roma, com Amor”.
Agora escrevendo e dirigindo seu primeiro filme solo (ela já havia dirigido, com um parceiro o filme “Nights and Weekends” em 2008), ela faz a transição para o posto de roteirista e  diretora de forma brilhante.

Continuar lendo

Tempestade: Planeta em Fúria

É um fato amplamente conhecido por qualquer um com acesso a informação que desde a Revolução Industrial a raça humana tem agredido cada vez mais o planeta Terra.
E como qualquer realidade social ou econômica é sempre representada no cinema, é apenas natural que existam filmes que façam proveito destes cenários.

Continuar lendo