Passageiros

Alien de Ridley Scott no ensinou que “no espaço, ninguém pode ouvir seus gritos” então o melhor a fazer é tentar se ajudar a todo custo.

Em Passageiros, o mecânico Jim Preston (Pratt) está a bordo de uma nave que irá demorar 90 anos pra chegar ao seu destino por isso mantém seus passageiros em sono profundo, mas Jim acaba acordando antes do tempo, devido a um acidente com sua câmara e se vê sozinho na nave. Ao decorrer do tempo, Jim acaba fazendo amizade com um robô bartender e não satisfeito, decide acordar uma humana por quem havia se apaixonado, Aurora (Lawrence) cabe a Jim conquistar Aurora e manter guardado o segredo de que ele a acordou.

Se fosse feito no início dos anos 2000, Passageiros seria visto como um filme romântico, um homem que se apaixonou por uma mulher e decidiu a todo custo conquista-la, mesmo que isso signifique forçar ela a se apaixonar. Mas não é nada disso hoje, estaria mais pra um thriller, porém o diretor Morten Tyldum insitiu em nos dar essa visão pseudoromântica.

Mas o filme consegue muitos proezas, a cinematografia é muito bem construídas, os cenários são grandes e limpos, feitos para abrigar um grupo de pessoas e não somente uma, diante disse é muito claro sentir a angustia que Jim sofre e o terrível medo de estar ali sozinho até sua morte.

As poucas cenas externas são muito bem feitas, exibindo a nave por fora e a imensidão do espaço. A química entre Pratt e Lawrence funciona perfeitamente, é de fácil absorção que eles venham a se apaixonar sem muito esforço. Há belas cenas envolvendo os dois juntos ou separados, há momentos em que você esquece que Jim condenou a vida de Aurora.

Elementos surpresa vão acontecendo e enriquecendo a trama, mas infelizmente eles não são o suficiente para tornar a história romântica e nem respondem a uma série de perguntas básicas. Passageiros seria uma versão mais pobre do remake de Solaris (2001), porém com um visual estonteante.

5/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s