Jason Bourne

Parece mesmo que Jason Bourne jamais será David Webb novamente, pois todo dia há um novo segredo que o impede de recomeçar sua vida com sua primeira identidade.

Ressuscitado novamente pelas mãos de Paul Greengrass, Bourne que estava desaparecido dos cinemas desde 2007 retorna triunfante em todos os quesitos, mas ainda é um perdedor no que diz respeito a sua vida. Na trama: Bourne (Matt Damon) vivia escondido na Grécia e sobrevivia de lutas clandestinas onde ele sabe que ganharia fácil, mas sua velha companheira de fuga (Julia Stiles) surge do nada após hackear um dos servidores da CIA e descobrir um novo segredo que pode mudar a vida de Jason Bourne, e seguindo seu rastro, um assassino profissional com o passado interligado ao de Bourne os persegue.

Todos os velhos inimigos de Jason estão de volta e novos acabam de entrar no time, um prato cheio para Greengrass fazer o que sabe fazer bem: sequencias de ações trêmulas, lotadas de planos e cortes brutos que por mais incrível que parece, faz total sentido e não nos deixa sem perspectiva do que está acontecendo. Greengrass nos entrega o velho Bourne porrador e saltador, aquele que parece estar ligado em 220v e não vai parar até que descubra algo que o liberte de vez da agonia de não saber quem é.

O que é excelente, mas ele e nós já descobrimos quem ele é, e apesar de uma nova informação ter surgido Bourne parece ter parado no tempo e é exatamente a mesma pessoa, que não nos entrega nada de novo, quase dez anos depois e parece que estamos vendo uma continuação direta de Ultimato Bourne (2007) onde ele ainda está juntando as peças do quebra-cabeça. O que é totalmente compreensível dentro do seu universo, mas nos faz questionar a razão para haver mais um filme da franquia.

Jason Bourne é um filme que em comparação aos anteriores não deixa nada a desejar e nos faz esquecer a decepção que foi a tentativa de reviver a franquia em O legado Bourne (2010), mas por outro lado tudo o que nos entrega é mais do mesmo, o que definitivamente ainda vale a checagem.

7/10

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s