Ressurreição

Risen

Ressurreição é um filme de drama baseado na história bíblica da ressureição de Cristo. O filme é dirigido por Kevin Reynolds (Waterworld, O Conde de Monte Cristo) e escrito por Reynolds e Paul Aiello. O elenco conta com nomes já conhecidos em Hollywood, como Joseph Fiennes (Shakespeare Apaixonado, Elizabeth) e Tom Felton (O famoso Draco Malfoy de Harry Potter).

Sempre que nos aproximamos da Páscoa, os filmes bíblicos, principalmente sobre a ressureição de Jesus, parecem tomar conta dos canais televisivos. O filme A Paixão de Cristo dirigido por Mel Gibson tem sido por anos a maior referência audiovisual de cunho bíblico para muitas pessoas. Particularmente não sei como foi a divulgação do filme Ressureição nos Estados Unidos, mas por aqui não ouvi muito sobre ele.

Mas, quando todos pensavam que a história da morte de Jesus seria consolidada com o filme de Mel Gibson, eis que surge Ressurreição, quase como uma sequência do mesmo, trazendo um novo viés que a maioria não esperava.

O longa não relata o processo da crucificação, o mesmo já se inicia quase na consumação, mostrando apenas o momento da morte de Cristo e daqueles que estavam crucificados ao lado dele. Após o evento, o corpo de Jesus é levado à tumba e devido a rumores de uma possível ressurreição, é decretada uma ordem para que a tumba seja selada durante os três dias.

Ao terceiro dia, com o desaparecimento do corpo, Pôncio Pilatos encarrega o soldado romano Clavius de descobrir o que realmente aconteceu e recuperar o corpo antes que haja um levante em Jerusalém. Clavius embarca em uma jornada de dúvidas, onde o que ele acredita ser impossível se confronta com os acontecimentos que ele acaba presenciando. Após buscas e buscas, ele se depara com o próprio Cristo ressuscitado e a partir de então suas certezas e convicções são postas a prova.

A história é toda contada através dos olhos de um descrente. Ao longo da narrativa vemos Clavius se relacionar com os discípulos de Jesus e com o próprio Cristo ressuscitado, e é a partir desse relacionamento que vamos descobrindo quem Jesus é e quais são os seus ensinamentos.

Com esse novo viés, é possível que o filme venha a ter um público mais vasto, que saia um pouco do meio cristão, uma vez que não é narrado por um seguidor ou por alguém que acredita na existência de um Messias. A trama principal do filme é algo ficcional, alguns personagens nem são mencionados na bíblia, e alguns acontecimentos durante o filme foram narrados fora de sua real cronologia. Mas, apesar de fictício, o mesmo manteve fidelidade às escrituras com relação ao relato da ressurreição.

O filme nos lembra do que deveria se tratar o verdadeiro evangelho, a alegria dos discípulos é mais que notável, e independente das crenças de Clavius, vemos através dele a mensagem de redenção e esperança.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s