Sicário: Terra de Ninguém

por Fábio de Carvalho Penido

Pois bem, Sicário é um filme que passa no circuito comercial do cinema mundial. E certamente não é o primeiro filme a introduzir um conceito mais apurado de moral dentro do jogo narrativo. O espetáculo visual do produto cria um contraponto que modera os questionamentos existências do filme, evitando a alienação do grande público.

Talvez o retrato da sociedade latina seja deveras excessivo e marginalizado, com uma estilização da violência que em nada contribuí para o debate do filme. Sabemos que os cartéis latinos se apoderam da violência como ferramenta de intimidação e que muitas vezes a brutalidade atinge níveis absurdos, mas essas informações são apresentadas no filme sob a forma de espetáculo, fenômeno muito comum, porém extremamente desnecessário para a construção do debate. O objetivo é capturar o olhar do espectador, e é preocupante constatar que constantemente o cinema mainstream recorre a violência para isso.

O filósofo Albert Camus em uma de suas frases mais célebres nos diz: “O que finalmente eu mais sei sobre a moral e as obrigações do homem devo ao futebol…”. Me parece curioso que as últimas cenas de um filme que lida tão cuidadosamente com a quebra do dualismo bom/mal seja uma partida de futebol. Mais do que quebrar esse dualismo, Sicário expande a dualidade.

Além de coexistir, o bem e o mal não se concretizam em certos gestos, simplesmente porque esses contém motivações contrárias, antitéticas. O personagem Alejandro, interpretado por Benicio Del Toro, compreende mais do que ninguém essa questão dentro do filme. Ao aguardar sua possível morte – pelas mãos de Kate, interpretada por Emily Blunt – ele reconhece e se cala diante da imposição de uma moral mais definida, pois assim tudo seria mais razoável. Mas, como ele mesmo aponta, aquele é um território de lobos, e Kate não é um lobo.

8/10

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s