Garota Exemplar

Nos primeiros minutos de Garota Exemplar, somos apresentados a Nick Dunne (Ben Affleck). Um escritor fracassado, dono de um bar em uma pequena cidade do Missouri, e preso em um casamento de cinco anos que não lhe traz satisfação alguma. Sua mulher, Amy (Rosamund Pike), representa naquele momento toda a frustração de suas falhas pessoais e a atração inicial dera lugar a uma relação vazia e desencontrada.

Não surpreende, portanto, que quando sua casa é aparentemente atacada, todas as suspeitas sobre o desaparecimento de Amy caiam sobre ele.

gg3

Por trás desta premissa relativamente simples, o diretor David Fincher constrói brilhantemente seu mais recente thriller. Por meio de passagens do diário pessoal de Amy, somos convidados a estudar a trajetória do casal pelos olhos da vítima enquanto, simultaneamente, vemos como a investigação dos acontecimentos passa a refletir cada vez mais a culpa de Nick.

Adaptação do livro homônimo de Gillian Flynn, que também assina o roteiro, Garota Exemplar mostra-se bastante fiel ao seu material de origem, seguindo, na maior parte, a trama deste best-seller. Seu ponto mais forte, porém, é o elenco extremamente bem escolhido.

gg2

Ben Affleck, que nem sempre recebe reconhecimento por seu trabalho na frente das câmeras, é o ator ideal para representar a postura presunçosa de Nick, enquanto a elegância britânica de Pike funciona incrivelmente bem quando em conjunto com as origens nova-iorquinas de Amy. Mais que isso, ambos demostram uma sutileza interessantíssima em suas performances, que tornam-se ainda mais ricas em uma segunda exibição.

Além deles, todo o elenco de apoio merece destaque. Em particular, Carrie Coon (da série The Leftovers), mostra mais uma vez que é a revelação do ano, trazendo grande profundidade à irmã gêmea de Nick, em um dos papéis expandidos em relação ao livro. Neil Patrick Harris – em uma performance definitivamente distante de seus tempos de How I Met Your Mother – e Tyler Perry também apresentam facetas significativas para seus personagens que, mesmo com pouco tempo de cena, são incrivelmente impactantes.

gg4Como já é característico da filmografia de David Fincher, a parte técnica também deve ser exaltada. A trilha sonora, novamente composta por Trent Reznor e Atticus Ross, cria a atmosfera perfeita para os flashbacks etéreos de Amy, enquanto a fotografia de Jeff Cronenweth – somada a uma bela direção de arte – reflete de maneira notável as diversas fases desta história.

Finalmente, uma anedota. Dizem que, durante a exibição do filme Psicose, Hitchcock pedia aos seus fãs que, por favor, não contassem o final para seus amigos. De certo modo, Rosamund Pike parece seguir os passos das famosas loiras inacessíveis de Hitch e, certamente, Garota Exemplar deveria pedir o mesmo. É um filme que parece ser melhor aproveitado quando pouco se conhece sobre a história, mas que definitivamente merece ser visto no cinema.

9/10

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s