Sex Tape: Perdido na Nuvem

O cinema já nos trouxe comédias sobre o Facebook, Google e até mesmo sobre o finado Orkut, então porque não sair na frente de todos e criar sua própria comédia sobre Apple e pornografia online?

O casa Jay (Jason Segel) e Annie (Cameron Diaz) entraram numa crise em seu casamento, quando eram jovens e namorados, sexo representava a base do relacionamento, e anos de união depois, dedicam o tempo a cuidar dos filhos e do trabalho. Para apimentar a relação, o casou resolveu ousar a relação e fazer um pornô caseiro, que acabou sendo compartilhado para Ipads onde não deveriam estar.

Não é de hoje que se fazem filmes que tratem de conteúdo sexual viralizado na internet, mas nunca esse assunto este tão em alta. Com uma série de aplicativos e spams correndo a solta, aliado a quantidade de conteúdo disponível online –seja ele íntimo ou não- informação é informação e se fizeram o upload, então deve ser divulgada. O diretor Jake Kasdan (Professora Sem Classe, 2011) em deixar as propagandas correrem soltas, Ipads, Imacs, Youporn: basicamente o sonho de consumo tecnológico com o sonho dos adolescentes postos como uma rotina normal na vida de um casal caminhando para a velhice, porém, contemporâneo.

O roteiro não tem nada de excepcional, mas se esforça em criar algumas piadas visuais, como os quadros espalhados pela casa de Hank (Rob Lowe) ou a tela do computador de Jay que mostra uma família feliz na foto de plano de fundo, mas esconde um vídeo que causaria constrangimento e acabaria com sua reputação.

Os personagens possuem carisma e química o suficiente para sustentar as piadas medíocres, o suficiente para não apelar pras cenas de nudez de Cameron Diaz e Segel, e tentar emular o final de “Se Beber Não Case” revelando o grande segredo por trás do objeto que causaria repulsa total.

Pequenos são momentos que fazem o filme valer a pena, como a participação de Jack Black, como o dono da gigante Youporn. No fim: a impressão que se leva do filme, não é o cuidado com as informações intimas soltas na nuvem da internet, e sim, o quão legal deve ser ter um Ipad.

5/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s