O Espelho

Há suspense que se esforçam para construir uma trama tão complexa que é necessário rever o filme mais algumas vezes até que a teia formada por suas subtramas possa ser vista de cima. E há suspenses que fazem mais do mesmo e preocupam-se apenas com os sustos gratuitos entregando de imediato seu final. Ambos são fórmulas com potencial tanto para dar certo, como para ser um fracasso. “O Espelho” é um desses filmes com uma premissa exaustivamente copiada e um grande potencial para o fracasso, mas que acaba por ser uma grande surpresa.

“O Espelho” acompanha o par de irmãos Kaylie Russell (Karen Gillan) e Tim Russell (Brenton Thwaites) que se juntam após um longo período de espera para acabar com a entidade escondida dentro de um espelho que anos atrás destruiu suas vidas.
Dirigido e roteirizado por Mike Flanagan, baseado seu curta-metragem homônimo. Flanagan usa e abusa de um dos recursos considerados preguiçosos pela maioria dos roteiristas o flashback. Mas Mike usa o recurso como um truque, não para a trama, mas para o espectador. Desde o início somos avisados que o espelho é traiçoeiro e prega peças, até o momento em que passado e presente são tão unidos num mesmo espaço dentro do filme, que você se sente perdido, não sabe o que é real ou que é trucagem, e mesmo depois de revelado, ainda se mantém uma dúvida sobre a veracidade da revelação.

Incapacitado, talvez por sua inexperiência na direção Flanagan, ainda não conseguiu as proezas que Hitchcock conseguia de apresentar previamente o susto e ainda sim fazer o espectador tremer, mas usou e abusou de outro recurso: a montagem é talvez o maior mérito do filme, cheia de planos que se intercalam e cortes no momento correto, aliados a batida da trilha sonora.
Apesar do desfecho esperado, “O Espelho” é certamente um raro caso de suspense, que tem tudo para dar errado e no fim conseguem te prender pelo excelente uso dos recursos considerados clichês por roteiristas e diretores veteranos.

8/10

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s