Shazam!

“Shazam”, ou como foi conhecido por quase toda a sua existência, “Capitão Marvel”, é um personagem que está por aí há tanto tempo quanto o Super-Homem, tendo sido criado no mesmo ano que este, em 1939. Por serem contemporâneos e terem poderes um tanto quanto similares, o fato é que, na mente dos fãs, leitores e até mesmo na de alguns escritores, sempre houve uma certa (amigável) rivalidade entre os personagens.

Continuar lendo

Anúncios

Duas Rainhas

A Rainha Elizabeth I governou a Inglaterra (e a Irlanda) do fim de 1558 ao começo de 1603. Além de ser conhecida como a Rainha virgem, por nunca ter se casado ou tido filhos. Por seus feitos e por seu longo período no trono, é uma das mais célebres monarcas da História mundial e por esta razão teve dezenas de representações no cinema e na TV, inclusive por atrizes de grande porte como Cate Blanchett e Judi Dench.

Continuar lendo

A Morte Te Dá Parabéns 2

Apesar de ser “mais um” filme de terror em um mercado já saturado por produções do gênero, “A Morte Te Dá Parabéns”, de 2017, chamou atenção por sua premissa inovadora, na qual a protagonista era perseguida por um assassino mascarado, morria em suas mãos, mas a la “Feitiço do Tempo” repetia este dia desde o começo após as suas sempre violentas mortes na mão deste assassino desconhecido e recebia uma nova chance de descobrir sua identidade e evitar seu destino.

Continuar lendo

Alita: Anjo de Combate

Adaptar o mangá “Gunmm”, conhecido no ocidente como “Battle Angel Alita” para os cinemas, já vinha sendo um desejo de James Cameron há muitos anos, antes mesmo de dirigir Titanic no final dos anos 90.
O diretor, porém, nunca realizou o filme por passar anos desenvolvendo Avatar e, posteriormente, suas futuras e demoradíssimas continuações.
Por esta razão, apesar de ainda se manter como produtor e roteirista do filme, passou as rédeas da produção para outro renomado diretor conhecido por seu estilo: Robert Rodriguez.

Continuar lendo

Máquinas Mortais

As “Máquinas Mortais” do título não são nada menos do que grandes cidades contemporâneas que, após um evento apocalíptico conhecido como “A Guerra de Sessenta Minutos” vagam pelo mundo capturando e absorvendo cidades menores em busca de recursos para sua sobrevivência milhares de anos no futuro.

Continuar lendo

Homem-Aranha no Aranhaverso

Desde que conseguiu o catálogo do Homem-Aranha, a Sony Pictures teve mais baixos que altos em suas investidas cinematográficas com o personagem e seu mundinho próprio. Logo uma animação sobre uma das mais recentes adições ao “Aranhaverso” é o que vem pra mudar a sorte da produtora. Confie em mim quando eu digo, ‘Homem-Aranha no Aranhaverso” é um êxito em todos os sentidos possíveis. Um êxito necessário, dada a história do estúdio com animações. Alguém lembra de Emoji: O filme? Alguém quer se lembrar de Emoji: O filme?!

Continuar lendo

Dragon Ball Super: Broly

No auge de seu sucesso no Japão na primeira metade dos anos 90, Dragon Ball Z teve mais de um dúzia de filmes, cuja duração ia, em média, de 40 a 60 minutos. O mais famoso deles talvez seja o oitavo, de 1993, que introduz o vilão Broly, um super sayajin imensamente poderoso que se mostrou extremamente popular entre os fãs.

Continuar lendo