Boyhood e o Fenômeno do Irreproduzível

Muitas vezes já me deparei com fotografias de família em alguns filmes e pensei “seria fantástico se eles tivessem fotografado alguns anos antes. Os atores estariam mais novos”. Não é de hoje que o cinema falseia seus atores para parecerem mais novos ou mais velhos utilizando de recursos como a maquiagem ou, mais recentemente, a computação gráfica. Mas quando fiquei sabendo que Richard Linklater estava terminando um filme que gravava há 12 anos, eu pensei, “isso será interessante”. Para quem conhece o diretor e escritor, principalmente através de sua trilogia “Before”, sabe de sua habilidade incrível de sensibilizar o banal, de extrair magia do cotidiano, seja pelo colapso de intimidade nos olhares ou pela naturalidade honesta dos diálogos. Sempre em contato com o possível, Linklater tem um jeito particular de conseguir o seu elemento extraordinário, explorando reflexões sobre a vida e, mais precisamente, o modo como vivemos. Boyhood, sem dúvida, é essa oportunidade.

Continuar a ler

Tim Maia

Baseado no livro “Vale Tudo – O Som e a Fúria de Tim Maia” de Nelson Motta e adaptado pelas mãos de Mauro Lima chega com anos de atraso uma cinebiografia do cantor que já foi chamado de “a voz do Brasil” e viveu sua fama entre vícios e amores encerrando a carreira da forma que haviam lhe previsto.

E como muito atraso, finalmente a história de Tim Maia vira longa-metragem, inúmeros podem ser os motivos que acarretaram nessa demora, desde a escolha do elenco certo, a produção executiva ou até mesmo o medo de abordar a figura excêntrica com uma carreira tão volátil e um estilo de vida tão acirrado como Sebastião Maia. Voltando a reprisar o papel na fase adolescente de Tim está Robson Nunes, que já o havia feito em 2007 na série global “Por Toda Minha Vida” e na fase adulta pelo excelente Babu Santana.

Continuar a ler

Drácula: A História Nunca Contada

O pai dos vampiros parece que nunca mais retornará aos dias em que seu sono tinha promessa de ser eterno, pois desde que despertou nos livros de Bram Stoker, jamais pôde descansar novamente, graças às inúmeras histórias que o tem como personagem principal. “Drácula: A História Nunca Contada” do novato Gary Shore promete reinventar a criação de uma lenda que parece clamar pelos dias de glória quando o conde era apenas um vilão charmoso e que tinha como único inimigo o caçador Van Helsing.

Continuar a ler

Festa no Céu

Fazer com que uma criança lide com situações densas que estão além do seu entendimento é uma árdua tarefa, que se não feita da maneira certa, pode acarretar em traumas carregados na vida toda. Por isso, é comum tratar de situações como perdas e situações que acarretem perigo criando fabulas que ensinem as crianças a respeitar os limites da curiosidade.

Continuar a ler

O Homem Mais Procurado

Baseado no livro de John Le Carré o mesmo do popular “O Espião que Sabia Demais”, o filme de Anton Corbijn veio mostrar que o terrorismo também tem suas células montada entre aqueles que dizem combatê-lo.

Continuar a ler

Annabelle

Do “Universo Marvel” de James Wan e seus bonecos diabólicos: surge mais um fruto dessa lucrativa e demoníaca dimensão. Dessa vez a boneca Annabelle de (Invocação do Mal, 2013) foi escolhida para ter sua história destrinchada, e a chance de ganhar mais notoriedade e talvez sua própria franquia.

Continuar a ler

Garota Exemplar

Nos primeiros minutos de Garota Exemplar, somos apresentados a Nick Dunne (Ben Affleck). Um escritor fracassado, dono de um bar em uma pequena cidade do Missouri, e preso em um casamento de cinco anos que não lhe traz satisfação alguma. Sua mulher, Amy (Rosamund Pike), representa naquele momento toda a frustração de suas falhas pessoais e a atração inicial dera lugar a uma relação vazia e desencontrada.

Não surpreende, portanto, que quando sua casa é aparentemente atacada, todas as suspeitas sobre o desaparecimento de Amy caiam sobre ele.

Continuar a ler